Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Abril 06 2010

É olhar o sol nascente e abrir-lhe os braços,

É sorrir na calma noite para mil constelações,

Viver as mágoas, as desditas e os cansaços

Dos mais infelizes povos, ao longo de gerações...

 

É dar carinho e amizade a muitas gentes,

Ser simples, autêntico, generoso e profundo,

Amar as pessoas dos mais diversos continentes,

Semear harmonia p'los quatro cantos do Mundo!

 

É estender por terra e mar afectivos laços,

E, mesmo com a alma desfeita em mil pedaços,

Dar uso à pena em mensagens de esperança!

 

É constatar quão importante é o sentimento,

Que todo o poder, em determinado momento,

Vale muito menos que um sorriso de criança!

 

Arruda dos Vinhos

JOÃO FRANCISCO DA SILVA

in (A Nossa Antologia/APP XII Volume)

publicado por virginiabranco às 19:40

Novembro 09 2009

 

I
O meu pobre coração
É palco de emoções mil…
Diz-me a voz da razão:
Bendita Associação
Que nasceu a três de Abril!
 
II
Cultiva fraternidade
Na sua forma mais pura.
Mensageira da verdade,
É mentora da amizade,
E baluarte da cultura!
 
III
Usa de espontaneidade
E genuínos sentimentos.
Enfrenta a realidade,
Tentando dar felicidade
Aos sofredores de tormentos!
 
IV
Parabéns aos criadores
Da obra que se agiganta!
Aos poetas fundadores,
Às Senhoras e Senhores
Da arte que nos encanta!
 
V
Há poetas navegadores
Por mar revoltos, estranhos…
Da bonança criadores,
E destemidos lutadores
Contra “Adamastores” tamanhos!
 
VI
Está feliz o meu ser,
Talvez poeta, também…
Sempre em luta p’ra crescer,
Enquanto tenta vencer
Todos os medos que tem!
 
VII
A.P.P.: sou o menino
A quem queres tanto bem!
E, como sou pequenino,
E feliz com o teu carinho,
Vou sempre chamar-te Mãe!
 
24º Aniversário da A.P.P. – Associação Portuguesa de Poetas
 
2009-04-03
 
publicado por milualves às 17:54

Novembro 08 2009

 

Um livro, é um rio de palavras com leito de experiências e margens de ensino, que nos percorre o cérebro, desaguando na foz da interpretação, regando no seu percurso os canteiros do nosso cultivo intelectual.
 
Muitos anos após a leitura, ainda os navios da recordação figuram como barquinhos de papel, no cais da nossa infância.
 
Ler, o que se deve…é deixar que a mente absorva todo o tipo de informação positiva. É beber água cristalina nas fontes da verdadeira instrução e matar, agradecido aos Deuses das letras, a sede de saber…
 
Para os amantes do conhecimento, a biblioteca é o recôndito mais acolhedor num passeio de tarde, e mais propício à prática do amor à literatura…
 
A biblioteca é o espaço sideral onde habitam as Divas e as Musas dos escritores e poetas de todos os tempos. É o mar dos mistérios, das sereias e das lendas. É a selva de todos os bichos, o planeta de todos os homens. É o pergaminho de todos os poemas, de todas as mensagens!
 
A biblioteca é o hipermercado universal da sabedoria onde se guardam com carinho os mais diversos produtos da mente humana, perpetuando-se, assim, o alimento do espírito e a continuação da história de todos os povos do mundo.
 
Visitar, com interesse, uma biblioteca, é caminhar calmamente na cidade das ideias, sentar-se deliciado nos bancos do pensamento e, cruzar de mãos dadas com a cultura, as praças da inspiração. É deixar-se acariciar suavemente pelas folhas amarelecidas do talento que esvoaçam ao sabor de uma brisa de emoções…
 
É saborear a fresca e reconfortante sombra da inteligência, contornando os fascinantes passeios da criatividade, rebolando-se  extasiado nos jardins da imaginação, onde alguém, primorosamente, esculpiu obras de toda a natureza.
 
«Texto publicado no livro “Palavras da minha pena” Edição do Autor – 2000»
 
 2009-04-23
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
publicado por milualves às 17:11
editado por mariaivonevairinho em 20/03/2010 às 03:20

Outubro 25 2009

 

 
A felicidade não se vende ao fim da rua,
Onde se promete o céu, as estrelas e o amor.
Quando pensas que a compras, dás a tua…
E perdes a juventude a abrir em flor!
 
Ah! Quem me dera um verso persuasor
De que, embora dura, é salutar a verdade!
Se, convincentes, te oferecem a “felicidade”,
Rejeita o local, a hora e o vendedor…
 
É falso o Éden prometido com maldade.
Enfrenta sóbrio e corajoso a realidade,
Nutrindo sempre pela vida amor profundo!
 
Porque...esse “sol de raios fulgurantes”
Que, generosos, te ofereceram antes,
É a sombra mais negra deste mundo!
 
 
“Menção Honrosa nos III Jogos Florais Irene Lisboa “
Arruda dos Vinhos
publicado por milualves às 15:00
editado por mariaivonevairinho em 20/03/2010 às 03:22

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

blogs SAPO